ZAP NOVA GERAÇÃO - 87 99904-2074

NO AR

CONEXÃO 104

Com GABRIELA RIOS

COLUNA OLHAR

Antecipar as eleições é uma derrota para todos

Publicada em 27/10/19 as 21:47h por Wellington Gonçalves - 290 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Nova Geração FM)
 Já diziam nossos antepassados: “quem come com pressa, come cru”. É ditado popular mais que adequado para os movimentos dos homens públicos, uma febre recente que ganhou mais força após a eleição do presidente Jair Bolsonaro. No entanto, mesmo o conceito se encaixando bem ao cenário nacional, nosso alvo aqui é o local: Cabrobó.
      A inquietação começou há cerca de 2 anos das eleições de 2020, quando a rejeição ao prefeito Marcílio Cavalcanti tornou-se latente junto à população nas redes sociais, respingando na Câmara de Vereadores do nosso município. Fácil então foi ouvir “O senhor vai sair”, “a população vai lhe dar a resposta”, “e ele ainda quer ser candidato!”, “2020 está chegando”, “o povo vai lhe dar a resposta no dia 3 de outubro”, etc. Depois, o chefe do executivo, como se precisasse tomar terreno, resolve ratificar a candidatura ao pleito – isso ficou mais claro após o uso bastante conveniente que ele e o vereador Dim Saraiva fizeram do conteúdo de uma entrevista concedida por este último. Pronto! 2020 virou um Narcísio contemporâneo.
     Como se não bastasse, setores da nossa imprensa vem incentivando irresponsavelmente tal debate, mantendo a pauta à primeira fagulha possível para trazer à baila o assunto. Ao questionar pessoas que se apresentam como pré-candidatas, ou que estabelecem esse discurso ostensivamente, os órgãos da mídia só conseguem apequenar o trabalho jornalístico, e suas pautas mais que relevantes para a população tornam-se escassas, inconvenientes e perniciosas para a visão que todos nutrem do que seja a administração pública. Heródoto, um dos mais célebres intelectuais da Grécia Antiga, nos alerta: “A pressa gera o erro em todas as coisas”. O heleno bem que poderia ter um busto no coração do nosso país – seja lá onde fica esse lugar. A pressa em antecipar as eleições de 2020 faz com que um mandato político de 4 anos vire um retalho de 2 e uma guerra narrativa entre pretensos ao poder. A conseqüência disso são bravatas, obras mal-acabadas - quando não inacabadas -,  desrespeito ao debate público, assuntos delicados tratados como peças manipuláveis meramente eleitoreiras e a irrelevância de uma administração pública, pois nada é concluído embora tudo seja iniciado. Ergue-se como senhora do momento outra máxima de que, quem muito promete, nada faz.
    Sendo assim, antecipar as coisas significa menos hospitais, postos de saúde, creches, pavimentação, asfalto, segurança, etc. Mesmo que essas coisas estejam lá, elas não permanecerão lá, por um único motivo: não foram feitas para durar, surgiram para ludibriar o povo enquanto nossos representantes antecipam um fajuto e nocivo debate eleitoral. Cuidado, cabroboenses! Não caiam nessa rede de circunlóquios do poder. Para todos nós o que importa é o uso do mandato em sua plenitude para tornar a vida dos cidadãos menos sofrida, mais digna.                                                                
      Logo, é urgente dizer: um tijolo bem firmado hoje tem mais valia que a miragem de um palácio e o desengano do nada no amanhã. Pressa e celeridade são distintas. A primeira se alimenta da falta de planejamento, da ausência de cuidado e se conduz como um bêbado a caminho de casa; a outra, ao contrário, usa de agilidade, no entanto o raciocínio é o fio condutor. Cabroboenses, o hoje é mais importante, é nele que tudo acontece; que a inteligência seja a nossa maior obra.
     



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

1 comentários


Gabrielly Gaby

28/10/2019 - 09:07:52

Gostei. Muito boa.


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








.

LIGUE E PARTICIPE

(87)3875-1294

Visitas: 456826
Usuários Online: 18
Copyright (c) 2019 - Nova Geração FM - Rádio Comunitária Nova Geração FM - Av Magalhães Nº 427 Fone (87) 3875-1294 - ZAP 87 99904-2074